sexta-feira, 28 de maio de 2021

Músicas Mais Tocadas de Todos Os Tempos



Esta lista são das músicas que passaram mais tempo nas rádios do mundo. 

1 milhão de vezes é equivalente a 50 mil horas na rádio ou 5,7 anos tocando sem parar.

 


Mais de 8 milhões de vezes:


The Righteous Brothers - You’ve Lost That Lovin’ Feelin’ 


Mais de 7 milhões de vezes: 


The Association - Never My Love

The Beatles - Yesterday

Ben E. King - Stand By Me

Otis Redding - Dock Of The Bay

 

Mais de 6 milhões de vezes:


Simon and Garfunkel - Mrs. Robinson

Johnny Rivers - Baby, I Need Your Loving

Ray Charles - Georgia On My Mind

The Police - Every Breath You Take

Roy Orbison - Oh Pretty Woman

Gladys Knight - I Heard It Through The Grapevine

The Everly Brothers - All I Have To Do Is Dream

The Platters - Only You

The Chi-lights - Oh Girl

Elton John - Your Song

James Taylor - How Sweet It Is

Rita Coolidge - Higher & Higher

Ray Charles - I Can’t Stop Loving You

Bette Midler - Wind Beneath My Wings

The Beatles - Michelle

The Fifth Dimension - Up, Up and Away

The Drifters - On Broadway

The Platters - Twilight Time

Frank Sinatra - Strangers in the Night

Neil Sedaka - Breaking Up Is Hard to Do

The Drifters - Save the Last Dance for Me 

 

Mais de 5 milhões de vezes:


Roberta Flack - Killing Me Softly With His Song

Marcello Ciorciolini - More

Dolly Parton - I Will Always Love You

Percy Sledge - When A Man Loves A Woman

Glen Campbell - Gentle On My Mind

The Beatles - Something

Simon and Garfunkel - Sounds Of Silence

Simon and Garfunkel - Bridge Over Troubled Water

Simon and Garfunkel - Scarborough Fair

Glen Campbell - By The Time I Get To Phoenix

Merilee Rush - Angel Of The Morning

The Association - Cherish

The Supremes - You Can’t Hurry Love

Credence Clearwater Revival - Proud Mary

Bobby Hebb - Sunny

Nilsson - Everybody’s Talkin’

Little Anthony and The Imperials - Goin’ Out Of My Head

Elvis Presley - Suspicious Minds

The Classics IV - Traces

Guy Lombardo - Canadian Sunset

The Turtles - Happy Together

Ray Charles - Georgia On My Mind

Johnny Rivers - Baby I Need Your Lovin’

The Cascades - Rhythm Of The Rain

The Four Seasons - Can’t Take My Eyes Off Of You

Willie Nelson - Always on My Mind

Bette Midler - The Rose

Don Henley - The Heart of the Matter

The Box Tops - The Letter

The Casinos - Then You Can Tell Me Goodbye

Englebert Humperdinck - Release Me

The Drifters - Up on the Roof

Eric Clapton - Layla

Sam Cooke - You Send Me 

 

Mais de 4 milhões de vezes:


Ray Price - For the Good Times

The Carpenters - We’ve Only Just Begun

Sam Cooke - What a Wonderful World

Anne Murray - Snowbird

Carl Carlton - Everlasting Love

The Vogues - My Special Angel

Charlie Rich - The Most Beautiful Girl

Van Morrison - Brown Eyed Girl

Stevie Wonder - My Cherie Amour

The Association - Windy

Harold Melvin & The Bluenotes - If You Don’t Know Me By Now

Jimmy Buffett - Margaritaville

Engelbert Humperdinck - Spanish Eyes

The Monkees - Daydream Believer

Elton John - Daniel

The Eagles - Take It Easy

The Bellamy Brothers - Let Your Love Flow

Elvis Presley - Don’t Be Cruel

The Doobie Brothers - Listen to the Music

Wayne Fontana and the Mindbenders - A Groovy Kind of Love

Roy Orbison - Crying

Jackie DeShannon - Put A Little Love In Your Heart

Elton John - Don’t Let the Sun Go Down on Me

Sami Smith - Help Me Make It Through the Night

Eagles - Best of My Love

The Nitty Gritty Dirt Band - Mr. Bojangles

James Taylor - Fire and Rain

Roy Orbison - Blue Bayou

Matt Monro - Born Free

Brook Benton - It’s Just A Matter Of Time

The Beatles - Let It Be

Olivia Newton John - I Honestly Love You

Lynn Anderson - I Never Promised You A Rose Garden

Joni Mitchell - Both Sides Now

 

Mais de 3 milhões de vezes


Engelbert Humperdinck - After The Lovin' 

Gilbert O'Sullivan - Alone Again, Naturally 

The Beatles - And I Love Her 

Gerry Rafferty - Baker Street 

Charlie Rich - Behind Closed Doors 

The Everly Brothers - Bye Bye Love 

The Beach Boys - California Girls 

The Everly Brothers - Cathy's Clown 

Mason Williams - Classical Gas 

Elton John - Crocodile Rock 

Sam Cooke - Cupid 

B J Thomas - Hooked On A Feeling 

Eagles - Desperado 

Orleans - Dance With Me 

Martha Reeves - Dancing In The Street 

The Lovin' Spoonful - Do You Believe In Magic 

Diana Ross - Do You Know Where You're Going To 

Jackson Browne - Doctor My Eyes 

Hamilton, Joe Frank and Reynolds - Don't Pull Your Love 

Fleetwood Mac - Don't Stop 

The Beach Boys - Don't Worry Baby 

Credence Clearwater Revival - Down On The Corner 

Bobby Darin - Dream Lover 

Stevie Nicks - Dreams 

Eddie Rabbit - Drivin' My Life Away 

Kansas - Dust In The Wind 

Marty Robbins - El Paso 

Don Henley - The End Of The Innocence 

Bryan Adams - Everything I Do, I Do It For You 

Harpers Bizarre - Feelin' Groovy 

Roberta Flack - The First Time Ever I Saw Your Face 

The Carpenters - For All We Know 

Stevie Wonder - For Once In My Life 

Buffalo Springfield - For What It's Worth 

The Youngbloods - Get Together 

Donnie Osmond - Go Away Little Girl 

The Beach Boys - Good Vibrations 

Elton John - Goodbye Yellow Brick Road 

Chicago - Hard To Say I'm Sorry 

Olivia Newton John - Have You Never Been Mellow 

Eagles - Heartache Tonight 

Todd Rundgren - Hello It's Me 

The Beatles - Here Comes The Sun 

The Beatles - Hey Jude 

B.J. Thomas - Another Somebody Done Somebody Wrong Song 

Steve Winwood - Higher Love 

Simon and Garfunkel - Homeward Bound 

Michal Bolton - How Am I Supposed To Live Without You 

The Bee Gees - How Can You Mend A Broken Heart 

The Bee Gees - How Deep Is Your Love 

The Four Tops - I Can't Help Myself 

Eagles - I Can't Tell You Why 

Elton John - I Guess That's Why They Call It The Blues 

Eddie Rabbit - I Love A Rainy Night 

Barrie Manilow - I Write The Songs 

England Dan and John Ford Coley - I'd Really Love To See You Tonite 

John Lennon - Imagine 

Bertie Higgins - Key Largo 

Roger Miller - King Of The Road 

Steam - Kiss Him Goodbye 

The Beach Boys - Kokomo 

Neil Sedaka - Laughter In The Rain 

Bill Withers - Lean On Me 

Olivia Newton John - Let Me Be There 

Little Eva - The Loco-Motion 

The Beatles - The Long and Winding Road 

Elvis Presley - Love Me Tender 

Captain and Tennille - Love Will Keep Us Together 

Barrie White - Love's Theme 

Rod Stewart - Maggie May 

Barrie Manilow - Mandy 

Chuck Berry - Memphis 

Tommy James - Mony Mony 

Frankie Valli - My Eyes Adored You 

George Harrison - My Sweet Lord 

Frank Sinatra - My Way 

Eagles - New Kid In Town 

Carly Simon - Nobody Does It Better 

Stephen Bishop - On and On 

The Beatles - Penny Lane 

Johnny Rivers - Poor Side Of Town 

Paul Anka - Put Your Head On My Shoulder 

The Four Tops - Reach Out, I'll Be There 

Little River Band - Reminiscing 

The Rolling Stones - Satisfaction 

The Supremes - Someday We'll Be Together 

Dan Hill - Sometimes When We Touch 

The Righteous Brothers - Soul and Inspiration 

Glen Campbell - Southern Nights 

Blood, Sweat and Tears - Spinning Wheel 

The Classics IV - Spooky 

Orleans - Still The One 

Seals and Crofts - Summer Breeze 

Eddie Cochran - Summertime Blues 

Eagles - Tequila Sunrise 

Buddy Holly - That'll Be The Day 

Tony Orlando - Tie A Yellow Ribbon 

The Zombies - Time Of The Seasons 

The Bee Gees - To Love Somebody 

The Byrds - Turn Turn Turn 

The Drifters - Under The Boardwalk 

The Everly Brothers - Wake Up Little Suzie 

Dave Mason - We Just Disagree 

The Fifth Dimension - Wedding Bell Blues 

The Supremes - Where Did Our Love Go? 

Michael Murphy - Wildfire 

Joe Cocker - You Are So Beautiful 

Firefall - You Are The Woman 

Roy Orbison - You Got It 

Blood, Sweat and Tears - You Made Me So Very Happy


Por Mariana Serrano


sábado, 13 de fevereiro de 2021

13 de fevereiro - Dia Mundial do Rádio



Data foi proclamada na Conferência Geral da Unesco em 2011

A data da criação da rádio das Nações Unidas, em 13 de fevereiro de 1946, foi a escolha natural para celebrar esse meio de comunicação de massa. O Dia Mundial do Rádio foi proclamado na Conferência Geral da Unesco em 2011, seguindo proposta inicial da Espanha. Foi aprovada por unanimidade no ano seguinte pela Assembleia Geral das Nações Unidas.

Por que a homenagem? Porque o rádio é um meio de baixo custo e popular, que pode alcançar as áreas mais remotas e as pessoas mais marginalizadas. Ele continua transmitindo quando outras mídias saem do ar em casos de comunicações de emergência ou após um desastre natural. 

Em resumo, o rádio é um meio que tem sido completamente capaz de adaptar-se ao desenvolvimento de novas tecnologias, como a banda larga, a transmissão de áudio digital (digital audio broadcasting – DAB) e os dispositivos móveis.

O objetivo da data é conscientizar o público da importância do veículo e incentivar os tomadores de decisão a utilizá-lo para fornecer acesso à informação e melhorar a cooperação internacional entre as emissoras. A celebração é um dos dias internacionais mais populares proclamados pelas Nações Unidas, e todos os anos, centenas de estações de rádio por todo o mundo participam do evento. 

O começo

O rádio foi patenteado pelo cientista e inventor italiano Guglielmo Marconi, no início do século 20. A primeira transmissão radiofônica no Brasil aconteceu em 7 de setembro de 1922, por ocasião do centenário da independência.

Uma estação de rádio foi instalada no Corcovado (Rio) e, além de música, emitiu o discurso do presidente da República, Epitácio Pessoa. No ano seguinte foi fundada por Roquete Pinto a primeira emissora de rádio do país: a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. No entanto, o rádio tem mais razões para ser considerado brasileiro. 

Roberto Landell de Moura (1861-1928), padre e cientista gaúcho, também havia realizado experiências semelhantes às de Marconi — antes do italiano. Entre 1901 e 1904, Landell de Moura esteve nos Estados Unidos, onde patenteou inventos, entre os quais um "transmissor de ondas" ou "transmissor fonético a distância" que seria exatamente o rádio. Sua patente, porém, era limitada e perdeu a validade. Marconi ficou com a fama. Trata-se de uma situação semelhante àquela que ocorreu com Santos Dumont e os irmãos Wright.

Antes da televisão 

O rádio foi o primeiro grande veículo de comunicação de massas. Na verdade, dele vieram os primeiros profissionais e até os programas da TV. Por exemplo, você sabia que, antes das telenovelas, existiram as radionovelas? Os ouvintes acompanhavam os capítulos da mesma maneira que hoje, só que tinham que "ver" as cenas em sua imaginação. 

Os primeiros aparelhos de rádio eram grandes caixotes de madeira, usavam válvulas e precisavam ser ligados na tomada para funcionar. Com o tempo, eles foram diminuindo de tamanho e passaram a funcionar com pilhas. Hoje em dia, os rádios estão integrados a outros aparelhos de som.

As emissoras de rádio podem ser captadas também através da internet. Pela web você pode ouvir emissoras do mundo inteiro, basta pesquisar o que quer ouvir. 

O sucesso do rádio se deve ao fato de que ele pode estar em qualquer lugar a qualquer hora e é acessível à maioria da população, tanto em zonas urbanas quanto rurais. Por isso, quem apostava que ele ia desaparecer quando a televisão surgiu se enganou redondamente. 

Sobre as competências que podem desempenhar, o radialista é o profissional de comunicação social responsável por criar, produzir e dirigir programas para rádio e televisão. Ele pode fazer textos, roteiros, organizar a programação e fazer locuções. Pode também ser editor, operador de câmera, de som, ou de vídeo, discotecário, continuista, contra-regra, sonoplasta, encarregado de tráfego (a distribuição dos programas) e ainda desempenhar outras funções. Enfim, um profissional completo, como se pode constatar.

Hoje, ninguém mais vê o rádio como algo ultrapassado, pois ele se moldou às novas tecnologias e continua como um dos principais canais de debate, informação, divulgação e emergência social. Segundo a ONU, o rádio permanece como o meio mais dinâmico, reativo e participativo de interação e compartilhamento de informações. A profissão de radialista foi regulamentada apenas em 1978.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

WhatsApp, Telegram e Signal: conheça as vantagens de cada um dos aplicativos de mensagens

Apps foram criados com visões distintas sobre o papel de um serviço de troca de mensagens. Conheça as características, segurança e privacidade de cada um.

Pessoas utilizam celulares diante de projeção dos logos do Signal, WhatsApp e Telegram em foto ilustrativa — Foto: Dado Ruvic/Reuters


As mudanças na política de privacidade do WhatsApp, que preveem uma integração maior com o Facebook, deixaram muita gente se perguntando quais são as alternativas ao app de mensagens.

Telegram, um dos concorrentes mais conhecidos no Ocidente, disse ter recebido 25 milhões de novos usuários em nas 72 horas após o WhatsApp começar a exigir que os usuários concordassem as mudanças.

Outro nome que está chamando a atenção é o Signal. Promovido por especialistas em segurança e financiado por um dos cofundadores do WhatsApp desde 2018, o número de downloads do app aumentou 4.200% em relação à semana anterior ao anúncio do Facebook sobre o WhatsApp.

Veja abaixo a história de cada aplicativo e o que eles oferecem como diferencial:

WhatsApp

Fundado em 2009 como uma startup e adquirido pelo Facebook em 2014, o WhatsApp é hoje o comunicador mais popular do mundo, com cerca de 2 bilhões de usuários ativos e 5 bilhões de downloads só na Play Store, a loja de apps do Android.

O programa foi criado com o intuito de substituir os torpedos SMS, que eram limitados, e chegou a experimentar um modelo de negócios com assinatura anual. No entanto, ele podia ser usado de graça por um longo período e, desde que foi adquirido pelo Facebook, não há cobrança nem anúncios no aplicativo.

O compartilhamento de dados com o Facebook e a integração do app com pagamentos, contudo, vem se tornando a aposta para tornar o serviço lucrativo.


O que só ele tem: Status/Stories, videochamadas criptografadas com até 8 pessoas (50 por meio da integração com as Salas do Messenger), recursos adicionais para contas comerciais (incluindo pagamentos, já disponíveis em algumas regiões).


O que limita o app: O WhatsApp adota restrições ao encaminhamento de mensagens e ao tamanho dos grupos (256 membros). Não é possível usar o app em outros dispositivos sem que o telefone esteja ligado e conectado à internet.


Segurança: O WhatsApp adotou a tecnologia de criptografia do Signal em 2016, melhorando sua segurança de forma significativa, mas não vem acompanhando os aprimoramentos do concorrente. O código-fonte do WhatsApp é fechado.


Privacidade: É obrigatório divulgar o número de telefone para receber e enviar mensagens de outros usuários. As mensagens do WhatsApp são criptografadas, mas o comportamento dos usuários no app (frequência de uso, contatos e grupos) podem ser levados em conta pelo Facebook para modelar o perfil que determina sugestões de contato, publicidade direcionada e outras ferramentas comerciais.

Telegram

O Telegram foi lançado em 2013 pelos irmãos Durov, uma dupla de empreendedores da Rússia conhecida pela rede social VKontakte (VK), o "Facebook russo". O passado do VK ainda influencia as operações do Telegram, o que repercute em sua história e funcionamento.

Quando a VK se tornou popular na Rússia, os irmãos Durov foram pressionados (inclusive com assédio policial) a abandonar o controle da rede, deixando-a nas mãos de pessoas favoráveis ao governo. Os irmãos hoje vivem exilados de seu país, viajando o mundo.

Da mesma forma, não se sabe exatamente onde o Telegram possui seus escritórios, embora esteja juridicamente sediado no Reino Unido.

Após o Facebook anunciar mudanças na política de privacidade do WhatsApp, o Telegram passou a ganhar popularidade, chegando a 500 milhões de usuários ativos.

O serviço é prestado por empresa privada e financiado por Pavel Durov, um dos seus fundadores. Mas a Durov anunciou que pretende introduzir recursos pagos em 2021, que serão voltados para empresas e usuários avançados. Ele disse que não haverá cobrança pelos recursos já existentes no app.


O que só ele tem: Grupos de até 200 mil membros, uso em qualquer dispositivo sem depender da internet no celular, envio e recebimento de mensagens sem divulgar o número do telefone, opções adicionais para controlar a exposição de dados (para que só algumas pessoas possam ver quando você está on-line, por exemplo), agendamento de envio de mensagens, busca de pessoas próximas para se comunicar (este recurso exige cuidado).


O que limita o app: Não há suporte para status/stories nem videochamadas em grupo (é possível realizar videochamadas individuais, mas o recurso para grupos foi prometido para 2021). A maioria das vantagens do app é viabilizada pela ausência de criptografia nas mensagens regulares e armazenamento de dados no servidor. Ainda não está claro como o Telegram pretende se sustentar financeiramente.


Segurança: As conversas no Telegram não são criptografadas por padrão, sendo necessário ativá-la em conversas específicas por meio de "chats secretos". O armazenamento das mensagens no servidor exige cuidado para evitar a exposição das conversas (as autoridades da Lava Jato, por exemplo, foram expostas pelo Telegram por esse motivo). O código-fonte do aplicativo do Telegram é aberto, mas o código do servidor do serviço é fechado, deixando-o em um meio-termo entre o Signal e o WhatsApp.


Privacidade: As mensagens, fotos e arquivos das conversas regulares (não secretas) do Telegram ficam armazenadas no servidor do serviço, mas o Telegram promete não compartilhar dados com terceiros e não possui vínculos com redes de publicidade que usam esses dados para a modelagem de perfis.


  • Telegram possui opções adicionais para o envio de mensagens, inclusive agendamentos. Eles funcionam mesmo que seu telefone não esteja ligado. — Foto: Reprodução



Signal


A marca do Signal está muito ligada ao nome de Moxie Marlinspike, que criou a empresa de segurança Whisper Systems e a vendeu para o Twitter. O nome dele, porém, é um pseudônimo. A agência de notícias Reuters já identificou Moxie pelo nome de Matthew Rosenfeld, mas ele não faz questão de divulgar seus dados pessoais.


A forma que o Signal prioriza a privacidade e a segurança dos seus usuários lembra muito a personalidade do seu criador. É o app de mensagens recomendado por personalidades como Edward Snowden (o ex-agente da Agência Nacional de Segurança que revelou a existência de um programa de espionagem massiva nos Estados Unidos) e Elon Musk, o bilionário fundador da Tesla e da SpaceX.


Juridicamente, o Signal tal como existe hoje foi fundado em janeiro de 2018. Brian Acton, um dos fundadores do WhatsApp, deixou a empresa em 2017 após se desentender com o Facebook sobre os rumos do serviço. Em vez de criar uma nova plataforma, ele se juntou a Moxie para reorganizar a estrutura formal do Signal, que hoje é financiado por doações repassadas por seus fundadores e usuários a uma mantenedora sem fins lucrativos.


A tecnologia do Signal, porém, data de 2010, quando foi lançado o app de mensagens TextSecure. Depois foi criado o RedPhone, que permitia fazer ligações seguras. Os dois aplicativos foram mesclados para criar o Signal, em 2014.


O app ultrapassou a marca de 50 milhões de downloads na Play Store e estima-se que tenha cerca de 20 milhões de usuários ativos – sendo, por uma boa margem, o app menos popular entre os três.


O que só ele tem: Foco total em privacidade e segurança, com grupos privados e envio de mensagens com remetente oculto (apenas um dos participantes precisa divulgar o número para iniciar a conversa), controles para limites de armazenamento de dados.


O que limita o app: Não há busca integrada de GIFs animados, nem status/stories. As chamadas em grupo são limitadas a 5 participantes e grupos podem ter no máximo 1.000 contatos. O backup para recuperar mensagens é manual e exige uma senha de 30 posições, dificultando a restauração de mensagens após uma troca de aparelho. O smartphone precisa estar sempre ligado e conectado para usar o Signal em outros dispositivos.


Segurança: A comunicação do Signal é criptografada sempre que possível. O código-fonte do Signal é totalmente aberto, o que maximiza a transparência e torna o serviço um dos preferidos para especialistas em segurança digital. É referência em segurança de comunicações.


Privacidade: Não há recurso que mostre quando alguém está on-line, nem o último horário em que o app foi aberto. O uso generoso de criptografia minimiza a quantidade de informações legíveis que chegam aos servidores do serviço, inviabilizando a coleta da maioria das informações.


Fonte: G1

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Confira quais documentos serão necessários para receber vacina contra a Covid-19

 Lorena Lara, da CNN em São Paulo

11 de janeiro de 2021 às 12:14


Carteira de vacinação registra imunizantes tomados ao longo da vida
Foto: Reprodução/Ministério da Saúde


O objetivo do Ministério da Saúde é iniciar a vacinação contra a Covid-19 no Brasil entre 20 de janeiro e o início de março - no melhor dos cenários, a imunização começa ainda neste mês.

Até lá, cidadãos e cidadãs brasileiros podem, além de manter os cuidados sanitários durante a pandemia, garantir que seus documentos estejam em dia para evitar qualquer surpresa desagradável no dia da vacinação.

Confira abaixo as principais dúvidas sobre o dia da vacinação contra a Covid-19 no Brasil:


Quais documentos serão necessários para vacinar?

A rigor, nenhum brasileiro deixará de receber a vacina, mesmo que não apresente qualquer documento no quando for receber a dose, segundo o plano de vacinação apresentado pelo Ministério da Saúde

No entanto, para que a pasta possa controlar a aplicação das doses em todos os brasileiros e brasileiras, é necessário apresentar ou o número do CPF ou o Cartão Nacional de Saúde (CNS), conhecido como Cartão SUS.

O Cartão SUS é um documento que permite que todo o histórico de um paciente na rede pública de saúde seja unificado.


E quem não tem Cartão SUS?

Para emitir um Cartão SUS, basta ir até a unidade de saúde mais próxima de você ou à secretaria de saúde municipal. É preciso ter mãos RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento e, caso tenha, número PIS/PASEP. Em algumas cidades, também é necessário apresentar comprovante de residência. O cartão fica pronto na hora.


E se eu perdi meu Cartão SUS?

É possível emitir uma segunda via em qualquer unidade de saúde. São necessários os mesmos documentos exigidos para a emissão da primeira via. Também é possível emitir a segunda via através do sistema SUS Online. Basta seguir o seguinte caminho:

1. Acessar o portal ou o aplicativo Conecte SUS;
2. Caso já não tenha conta, crie uma e faça login;
3. O número do seu Cartão SUS será exibido à frente das letras "CNS", sigla para Carteira Nacional de Saúde.

O Cartão Nacional de Saúde (CNS), conhecido como Cartão SUS
Foto: Reprodução/Ministério da Saúde


Como o posto de vacinação vai saber que tomei a mesma vacina na 1ª e na 2ª doses?

Segundo o Plano de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19, divulgado pelo Ministério da Saúde, todos os dados de todos os brasileiros e brasileiras vacinados serão inseridos Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI).

A plataforma vai registrar informações como o local onde cada um foi vacinado, o número de CPF ou do Cartão SUS, a data de nascimento, data da vacinação, nome da vacina e do fabricante, assim como tipo de dose, número de lote e validade do imunizante.


E se eu não conseguir um cartão SUS e não estiver cadastrado em nenhuma base de dados?

Não precisa se preocupar. Segundo o Ministério da Saúde, a ausência do seu nome nas bases de dados não vai te impedir de receber a vacina. Basta comprovar que você pertence ao grupo prioritário correspondente à data da vacinação.